• Aprenda a ser mais autoconfiante
    Aprenda a ser mais autoconfiante

    Você se sente tão confiante quanto gostaria de ser? Responda com sinceridade.

    Eu chego a apostar que poucas pessoas responderiam “sim” a essa pergunta.

    A má notícia é que realmente as pessoas não têm se sentido tão seguras de si quanto gostariam, mas a boa notícia é que autoconfiança é uma habilidade que qualquer pessoa pode desenvolver.

    Quer saber como?

    Então venha comigo e aprenda como ser mais autoconfiante com as dicas que irei apresentar a você.

    Primeiro, esqueça a ideia de que confiança, liderança, habilidade de falar em público ou de bem se comunicar são inatos. Na verdade, a timidez é o estado mais natural do ser humano. Basta ver como a maioria das crianças se comporta perante desconhecidos: com muita timidez. Com o tempo, essa criança vai aprendendo com quem e em que situações pode praticar a confiança.

     

    1. Dê um passo por dia para fora da sua Zona de Conforto
    2. Promova o pensamento positivo
    3. Lembre-se de pedir ajuda
    4. Esteja rodeado pelas pessoas certas
    5. Respire

     

    1. Dê um passo por dia para fora da sua Zona de Conforto

    Há uma coisa engraçada sobre Zona de Conforto. Você sabe que se der um passo para fora dela, ela se expande. Se você se mantém dentro dela, ela se encolhe. Ou seja, se você se mantiver na inércia, vai acabar ficando preso.

    Você já passou pela experiência de fazer algo que te aterrorizava e depois descobriu que esse objeto de medo nem era tão ruim assim? Pois é, cada vez que você enfrenta seus medos, mais você se enxerga capaz e maiores são as chances de você viver uma vida mais plena. Saiba como enfrentar seus medos lendo este artigo.

     2. Promova o pensamento positivo

    O ser humano tem em média 65 mil pensamentos por dia. E, pasme, cerca de 90% deles são negativos!

    Isso porque, na época das cavernas, nós tínhamos de ser cautelosos, pois os perigos eram diversos e constantes. Tínhamos muito o que temer e com o que nos preocupar. O pensamento negativo era uma forma de aviso, de alerta.

    Mas hoje não faz sentido nos mantermos com esse alerta aceso todo o tempo. Esse mecanismo de sobrevivência trabalha contra nós, quando mantemos essa proporção de 90/10 de pensamentos negativos/positivos.

    Acabamos focando mais nos medos, nos fracassos, do que nos sonhos e nas realizações. E isso eu vejo claramente nos meus atendimentos de Coaching.

    A questão é ter consciência de que a sua mente funciona dessa maneira, e tentar diminuir a disparidade dessa negatividade em proporção. Compreenda que os seus pensamentos são apenas pensamentos. Eles não representam necessariamente a realidade objetiva.

    3. Lembre-se de pedir ajuda

    Não importa o objeto da sua busca. Esteja certo de que outras pessoas já trilharam esse caminho antes de você. Essas pessoas podem lhe oferecer conselhos úteis ou, no mínimo, servirem como modelo para você.

    Você pode fazer isso lendo biografias, assistindo filmes, conversando com amigos ou com colegas de trabalho. Você também pode conseguir esse auxílio num processo de Coaching. Não importa qual é a sua escolha, o importante é encontrar as pessoas certas e aprender o máximo com elas.

    4. Esteja rodeado pelas pessoas certas

    A sua visão de mundo, seja ela positiva ou negativa, é totalmente influenciada pelas pessoas com as quais você mantém um relacionamento mais próximo. Portanto, tenha cuidado com quem você se relaciona. Digo isso em âmbito familiar, afetivo, profissional… É essencial cercar-se de pessoas que buscam incentivá-lo, levá-lo para frente.

    5. Respire!

    Deixei para o final a dica mais simples, mas também a mais importante na minha modesta opinião. Se você respira profundamente, enche o seu cérebro com oxigênio e o mantém mais acordado e consciente. Isso é fundamental em uma situação tensa, porque a respiração vai fazer você perceber que é você quem controla o seu corpo. Este vídeo explica muito bem o que estou dizendo:

     

    eBook Detox Mental

    Leia mais