• Se você está procurando a receita para a felicidade, leia isto
    Por Alenne Namba

     

    A felicidade é uma escolha, como tudo na vida. Tudo é questão de escolha.

    Você percebendo ou não, em diversos momentos do dia você terá de tomar uma decisão. Seja ela pequena ou grande. Tomar decisões é o resultado de sua atitude perante aquilo que a vida te demanda. Os resultados podem ser positivos ou negativos, dependendo da decisão que você toma.

    Mas…

    Nós não controlamos nossa vida. Sempre haverá situações em que podemos contornar com nossas decisões e outras situações que independem de nossas decisões. Sei que alguns não irão concordar comigo, mas é o que tenho aprendido com a experiência.

    Em muitas situações você realmente é o responsável pelos resultados de suas ações. Então, se você está vivendo uma vida complicada, com tantas coisas para fazer e não há tempo para si mesmo, realmente a responsabilidade pode ser sua.

    Se você alcançou exatamente o que desejava, seja um emprego ou o carro dos sonhos, que bacana, você também pode ser responsável por isso.

    Se você está cercado por pessoas negativas, tem um trabalho que você odeia e não consegue nem dormir à noite por causa dos muitos pensamentos que surgem na sua cabeça constantemente, pode ser sim que você seja responsável por isso.

    Se você faz o que gosta, ganha o suficiente para viver e ainda encontra tempo para si e para aqueles que você ama, isso também pode ser devido às suas escolhas.

    A questão é: não importa em que situação você esteja (se boa ou ruim), a vida dá voltas e você tem de estar ligado o suficiente para saber que atitude tomar para potencializar os ganhos ou diminuir as perdas.

    A felicidade é absolutamente possível a qualquer momento, ela é de graça e não depende de idade, profissão nem tamanho da conta bancária. Todo mundo merece ser feliz (ou ao menos estar feliz em algum momento) e o melhor recurso que você pode usar para alcançá-la é ter coragem.

    Se eu puder te dar aqui uma receitinha caseira para a felicidade, eu arriscaria o seguinte:

    Desapego + Aceitação + Gratidão

    Se você busca a felicidade, fatalmente terá de buscar uma vida mais leve. E não há caminho que não esbarre nestes três ingredientes aí de cima.

    Isso vai fazer de você uma pessoa mais tranqüila, mais em paz, mais livre daquilo que foi um peso na sua vida ou que te deixa ansioso pelo futuro. Desapegando, aceitando e agradecendo você começará a viver o presente e irá concentrar-se no que você tem hoje e, mais importante, ser feliz com isso.

    Ingrediente 1

    Desapego

    Ao longo da nossa vida, recebemos alguns nãos. E muitas vezes, para compensarmos o que não recebemos, acabamos nos apegando a outras coisas que, inutilmente, acreditamos tampar o buraco que ficou.

    Você pode ter se apegado a um tipo de comida, a um relacionamento, a um trabalho que te consome, a memórias do passado, a objetos materiais, a um hábito aprendido, a uma crença que acredita ser a única correta.

    Você também gasta um bocado de energia pensando no futuro, temendo o que pode vir a acontecer, temendo o que pode dar errado e até o que pode dar certo (sim, tem gente que tem medo de seus sonhos se tornarem realidade…). Você pode tentar controlar tudo, planejando e planejando, com medo de algo sair do seu controle.

    Não importa se você se apega ao passado ou ao controle do futuro. Isso quer dizer que você não vive o presente. E isso te torna fraco, frustrado, triste, deprimido, ansioso.

    Você acaba carregando nas suas costas tanta coisa em excesso e esse peso te atrapalha a seguir em frente. E, portanto, você não é capaz de aproveitar a vida e ser feliz com aquilo que você vive hoje, no presente.

    Mas, se você começar a se desapegar dos excessos, do que te prende os pés, se você aceitar muita coisa como simplesmente é, você começará a ter paz e poderá experimentar o momento presente sem compará-lo com o passado ou com o futuro.

    Ingrediente 2

    Aceitação

    Para aceitar é preciso ficar bem com as coisas, pessoas, eventos e consigo mesmo. Isso não significa que você tenha de desistir daquilo que você ainda deseja, mas sim que confia no fluxo natural da vida(leia mais sobre ele aqui). Isso mostra que você está em paz e não obcecado por controle e mudança.

    Você precisa perceber que o que acontece agora é o melhor para este momento exato. E que, fatalmente, você poderá aprender com isso se observar atentamente as nuances da situação. Mas se ficar preso ao passado culpando-se pelo ocorrido (ou até mesmo culpando os outros) ou se ficar projetando o futuro, ansioso com o que ainda poderá acontecer, aí, querido, você não será capaz de aprender.

    Você precisa confiar e acreditar. Só então estará livre da ansiedade, da necessidade de controle, da insatisfação e do estresse.

    Ingrediente 3

    Gratidão

    Este termo tem sido desenterrado nos últimos anos. Talvez você já tenha lido algo sobre isso.

    Lembro que na minha infância, a gratidão era algo muito comum. Mas os anos foram passando e parece-me que as crianças foram sendo educadas para não reconhecerem seu significado. Afinal, os pais se sentiam na obrigação de dar tudo aos filhos (inclusive o comando sobre a família e o próprio lar: os famosos “reizinhos da casa”) para compensarem sua ausência ou sua fraqueza, e acabaram por criar filhos ingratos, incapazes de agradecer por tudo o que receberam.

    Mas sempre há chances para recomeçar, para reaprender. Para isso, concentre-se nas coisas boas em sua vida, seja positivo sobre o que está por vir, seja grato pelo que você tem a cada dia (mesmo aquelas que você considera ruins, pois é delas que tirará lições e experiências), aprecie, mostre que você se importa, expresse sua gratidão e amor.

    Então você vai começar a ver toda a abundância de que esta cercado. As coisas vão se tornar ainda mais belas e preciosas para você.Você vai ver as pessoas que você ama como presentes de valor inestimável e vai se sentir muito abençoado por isso.

    O simples fato de agradecer irá mostrá-lo o outro lado da vida. Afinal, estamos acostumados a corriqueiramente reclamar. Essa virada de chave irá deixá-lo viver a vida que você sempre sonhou sem mudar nada em seu ambiente. Quer apostar?

    Então sugiro que baixe esta ferramenta que fiz especialmente para você. Com este exercício, você se tornará mais consciente do que já possui em sua vida hoje e do que precisa para viver uma vida mais plena e, consequentemente, mais feliz.

    Leia mais